Meus Livros de Poesias

Meus Livros de Poesias
Quem conhecerá os mistérios do coração que ama?... Há, ou haverá uma receita para uma felicidade plena e um amor imortal?... Quantos pensamentos temos e quantas perguntas podemos fazer ou responder quando estamos verdadeiramente envolvidos em sentimentos que nos arrebatam?... O poetar de um coração apaixonado que se nega a desistir do seu amor muitas vezes fala em metáforas para expressar os seus sentimentos, mas acima de qualquer coisa e em qualquer situação, declara esse amor aos quatro ventos!... E aqui um coração entre outras formas, fala em metáforas para fazer declarações de amor; um amor que o tempo e a distância não foi capaz de apagar.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Vou te dizer não!...


Não. Não quero mais olhar a minha volta e não te ver.
Não!... Já disse que não, eu precisava falar isso a ti!...
Não posso aceitar tuas mãos e teus lábios não me tocarem.
Não! Nunca ao menos pense em deixar de me amar!...
Não, não pare de me olhar com esse olhar de desejo!...
Não!... Eu não vou aceitar ficar sem os teus beijos.
Não quero ficar um só dia sem fazer amor contigo!...
Não aceito que o meu corpo fique longe do teu meu abrigo.
Não houve nem haverá amor tão lindo como o que faço contigo.

Um comentário:

  1. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Recomeçar. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





    Narroterapia:

    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir